quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Delito

E a criança sozinha chora feliz pelo doce que lhe foi tirado após dado.
A dor, essa mentirosa, insiste em se esconder. O coração, com boas intenções, procura enganar e dizer que está tudo bem.
Entenda, as intenções são as melhores.

E apesar de lhe terem dito que era amargo fica o desejo por outro.
Mas chora, criança, chore sua dor feliz.

4 comentários:

Lara Neves disse...

Chore. Chore tudo até o fim e depois continue... a busca pelo outro não é fácil.

Zeka Viola disse...

Quando deixa de ser hermético dá a cara a tapa, é mais verdadeiro. Apesar da dor. Bravo!

Caponi disse...

chore. mas a busca por dias melhores é que não pode parar.

Lara Neves disse...

Ah sim! Lembre-se: buscar o outro sempre, mas buscar no outro não!