segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Invasão

Sua inesperada aparição evidencia o que se viverá.
Cada dia a pensar que diferente poderia ser.
Que quis o que é e não o que poderia ter.
Juntos nos tivemos muito longe.
Longe, tenho você bem perto, dentro do meu passado.

Reverencio o que por mim foi feito.
Admiro a coragem única que hoje recebe críticas.
Que amanhã será louvada.
Fica o amor, a gratidão e a espera.
A loucura dos jovens anos roubaram a solidez dos velhos.

O olhar baixo e os cabelos ao vento, a última imagem.

3 comentários:

Lara Neves disse...

Queria poder te abracar e nada mais.

Zeka Viola disse...

Você é uma criança, Kiyo. Apenas uma criança! Nãoentende nada. Nem tenta entender. Porque me calei por tanto tempo? Como quisera poder ensinar-lhe o que você não sabe sobre o amor! Você tem um alto conceito de si mesmo, não é? Mas a verdade, Kiyo, e que você não passa de um bebê. Ah, se eu ao menos tivesse percebido.Se eu tivesse tentado ajudá-lo com mais afinco! Agora é tarde demais.
Yukio Mishima Neve de Primavera

Lucas Rigonato disse...

"Life's just a mixture of all senses."

What we should care about is not taking people for granted.